29/07/2015 às 10h02min - Atualizada em 29/07/2015 às 10h02min

Julgamento de Arcanjo é adiado para setembro; Demais réus vão a júri nesta quinta

HiperNotícias

O julgamento de João Arcanjo Ribeiro que estava previsto para quinta-feira (30 de julho) foi adiado para 10 de setembro, por decisão da juíza Mônica Catarina Perri de Siqueira, titular da 1ª Vara Criminal de Cuiabá. Os outros dois réus do processo, Célio Alves de Souza e Júlio Bachs Mayada, ainda serão julgados pelo Tribunal do Júri no dia 30 de julho, a partir das 8h.

O julgamento de Arcanjo foi desmembrado a pedido da defesa do réu, uma vez que um novo advogado foi constituído. Paulo Fabrinny Medeiros pediu o adiamento do julgamento para que possa estudar o processo.
 
Arcanjo, Célio e Júlio são acusados dos assassinatos de Fauze Rachid Jaudy Filho e Rivelino Jacques Brunini, e da tentativa de homicídio contra Gisleno Fernandes. Os crimes ocorreram em junho de 2002, na Av. Historiador Rubens de Mendonça, em Cuiabá.

Julgamento de Arcanjo foi separado dos outros réus para que o novo advogado do ex-comendador possa estudar o caso

OS CRIMES
As investigações apontam que Agostinho se aproximou das vítimas em uma moto e abriu fogo contra elas usando uma pistola 9mm. Brunini levou sete tiros e morreu na hora. Fauze Rachid e Gisleno Fernandes levaram um tiro cada, mas Rachid não conseguiu resistir ao ferimento e morreu hora depois, durante cirurgia.
 
Segundo o Ministério Público Estadual (MPE), Brunini era sóci da empresa Mundial Games, que fornecia máquinas caça-níqueis à organização criminosa de Arcanjo, que detinha o monopólio do ramo em Mato Grosso.
 
Brunini se associou a um grupo do Rio de Janeiro, que pretendia acabar com o monopólio de Arcanjo sobre os caça-níqueis. Como punição pela traição, Arcanjo teria ordenado o assassinato. Rachid e Gisleno não eram alvos, mas foram atingidos.
 
Atualmente, Arcanjo está preso na penitenciária de segurança máxima de Porto Velho (RO), pois já foi condenado a 19 anos de prisão pelo assassinato do empresário e jornalista Domingos Sávio Brandão, que publicou várias denúncias contra o ex-comendador no jornal Folha do Estado.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você acredita que a nova Gestão 2017 de Peixoto de Azevedo vai ser melhor que a atual?

57.1%
14.3%
28.6%