14/07/2015 às 07h41min - Atualizada em 14/07/2015 às 07h41min

Exclusivo: Presidente do Sintracal anuncia fechamento do Frigorífico JBS de Matupá; cinco no MT

Olhar Cidade

O presidente Sindicato dos Trabalhadores das indústrias de carnes e laticínios do Portal da Amazônia (Sintracal), José Evandro Navarro anunciou com exclusividade ao Olhar Cidade que nesta terça-feira (14-07) o frigorífico JBS unidade de Matupá vai fechar as portas, e serão demitidos aproximadamente 300 funcionários.

Em seu perfil no Facebook o presidente do Sintracal deu a triste notícia para a região do Vale do Peixoto. JBS é uma das três unidades frigoríficas da região, em Matupá tem ainda o Frialto e em Guarantã do Norte o Frigorífico Redentor.

Veja abaixo na integra da postagem de José Evandro sobre o fechamento do JBS.

É com tristeza que informo que a JBS S/A – Unidade de Matupá vai vir a fechar as portas a partir de amanhã (14-07).

A diretoria me comunicou a pouco por telefone da decisão. São mais 300 trabalhadores desempregados em nossa região. Estamos colocando toda estrutura do sindicato a serviço do trabalhador. Amanhã o Sintracal se reúne com a diretoria da JBS para definir algumas medidas compensatórias.

Os trabalhadores de Matupa serão convocados para uma assembléia geral durante a semana para esclarecimentos e outras informações. Estivemos em conversação com a empresa desde Março, e nos colocamos a disposição de negociar para evitar o fechamento da planta, mas nunca houve sequer uma proposta por parte da JBS neste sentido.

Fico decepcionado com uma empresa que investe milhões em campanhas eleitorais, mas diz que não compensa manter a unidade aberta, por certo então que bancar campanha política é mais rentável que manter empregos.

Feliz dos partidos como o PT que receberam milhões em doações do JBS e liberou bilhões do BNDES em financiamentos, o governo foi tão irresponsável assim em liberar tantos recursos e não prever uma cláusula de manutenção de emprego.

O BNDES como sócio da JBS não tem poder de voto para evitar o fechamento das plantas?
Ou o governo vota a favor do desemprego!

O trabalhador paga a conta pela ganância dos gigantes que fazem monopólio, e pela política irresponsável do governo em dar bilhões em troca de milhões.

José Evandro Navarro

Fechamentos

Essa será o quinto frigorífico a fechar em menos de 60 dias, o Frialto fechou a unidade de Sinop, o JBS em Cuiabá e São José dos Quatro Marcos e o Minerva em Mirassol do Oeste


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você acredita que a nova Gestão 2017 de Peixoto de Azevedo vai ser melhor que a atual?

40.0%
40.0%
20.0%